Prêmio Extra confirma domínio da Globo

Em seu 11º ano, o Prêmio Extra de TV confirmou o domínio da Rede Globo. O periódio carioca é editado pelas Organizações Globo e a maioria dos indicados são artistas ou programas da emissora do Jardim Botânico. Desde que foi criado em 1998, apenas duas estatuetas não foram para artistas da Rede Globo. Este ano, Antônio Fagundes ganhou o seu segundo prêmio como melhor ator (o primeiro foi em 2001) por causa do Juvenal Antena de “Duas Caras”.

Patrícia Pillar, a Flora de “A Favorita” venceu na categoria de atriz; Isis Valverde, a Rakelli de “Beleza Pura”, faturou como atriz coadjuvante; e Cauã Reymond (Halley de “A Favorita”) foi o vencedor enquanto ator coadjuvante. Thiago Mendonça (o Bernardinho de “Duas Caras”) e Katiuscia Canoro (a Lady Kate de “Zorra Total”) ganharam como revelação masculina e feminina, respectivamente. “A Favorita” foi eleita a novela do ano.

O melhor programa de TV foi o “Profissão Repórter”. Luciano Huck desbancou, olha só, Silvio Santos, enquanto animador de auditório, ganhando seu terceiro troféu seguido. Huck viu ainda o “Caldeirão” vencer pela sexta vez consecutiva como melhor programa de auditório. Ana Maria Braga foi eleita a melhor apresentadora, categoria onde o nome de Hebe Camargo sequer figurava entre as cinco melhores.

“Toma Lá, Dá Cá” foi eleita a melhor série e “Zorra Total”, o melhor humorístico do ano. Eduardo Melo levou o troféu de ator infantil. Outras novelas foram premiadas pelos leitores do Extra. “Ciranda de Pedra” venceu como figurino e “Os Mutantes”, como maquiagem. Vanessa da Matta saiu com o troféu de tema de novela, por ‘Amado’, de ‘A Favorita’.

  • 02/12/2008
  • Administração

Veja mais

Deixe seu comentário