Perfil – Ana Paula Padrão

Considerada uma das melhores âncoras do jornalismo brasileiro, ANA PAULA PADRÃO chegou à Rede Record em maio de 2009. Formada pela Universidade de Brasília, trabalhou em afiliada da Manchete a partir de 1986. Um ano mais tarde migrou para a Globo. Na emissora, foi correspondente em cidades como Londres e Nova York, e cobriu a Guerra no Afeganistão. Em 2003, foi a responsável pelo plantão que informou a morte do jornalista Roberto Martinho.

Como apresentadora esteve à frente do “Jornal da Globo” (entre 2000 e 2005) e do “Jornal Nacional” (substituindo os titulares). Em 2005, deixa a Globo e transfere-se para o SBT. Lá, inaugura nova fase do jornalismo e assume a apresentação do “SBT Brasil”. Ficou na função por um pouco mais de um ano, pois em março de 2007 assume o comando do jornalístico “SBT Realidade”, cujas reportagens eram feitas por ela.

Na Record, além de produzir reportagens eventuais, foi a âncora do “Jornal da Record” entre 2009 a 2013. Na passagem pela emissora foi um dos nomes principais dos Jogos Olímpicos de Inverno (2009, em Vancouver, Canadá), dos Jogos Pan-Americanos (2011, em Guadalarja, México) e da Olimpíada (2012, em Londres, Inglaterra). Paralelamente, comandou ainda o site ‘Tempo de mulher’, que ganhou coluna em jornais como ‘O Dia’ (RJ). Assinou também coluna na revista ‘IstoÉ’. Em 2014, apresenta o “MasterChef”, na Band.

Entre os prêmios que recebeu estão o ‘Troféu Imprensa’ (2003 e 2004), ‘Troféu Internet’ (2001 e 2005), ‘Troféu Mulher Imprensa’ (2004 a 2007) e o da revista ‘Forbes’ (em 2005, como mulher mais influente).

  • 22/04/2012
  • Administração

Veja mais

Deixe seu comentário