Fim do “Domingo Legal” causa alvoroço nos bastidores do SBT

Assim que saíram as primeiras informações sobre a mudança de Celso Portiolli para os sábados, o Central Notícias adiantou com exclusividade que o apresentador não continuaria à frente do “Domingo Legal”. O nome cotado para assumir a vaga dele era de Patrícia Abravanel, que assumiria um novo programa ou o próprio “Domingo Legal”. Patrícia, no entanto, como noticiado pelo Central Notícias, estaria resistindo a assumir qualquer projeto no domingo.

Nesta semana, Flávio Ricco (do UOL) noticiou que o SBT oficialmente colocou um ponto final no “Domingo Legal” e que o Fantasia ocuparia o lugar da atração. O Central Notícias apurou que dentro do SBT todos ainda aguardam uma possível mudança de posição de Silvio Santos, já que a notícia não foi bem recebida na própria emissora e no mercado.

O “Domingo Legal” é um dos poucos programas da televisão brasileira que tem uma marca forte e uma história invejável de muita controvérsia, mas também de sucessos. Fontes do mercado ouvidas pelo Central Notícias afirmam que poucos programas. entre todas as emissoras, estão neste hall de atrações históricas ainda no ar, como o “Programa Silvio Santos”, “Fantástico”, “Jornal Nacional” e “Domingão do Faustão”.

Basta lembrar que em 2001 o “Domingo Legal” ficou em primeiro lugar invicto contra o “Domingão do Faustão”, impondo derrotas de até 20 pontos de diferença em algumas edições. Também é um dos poucos programas que conseguiu alcançar quase 50 pontos fora da Globo, cobrindo a morte dos “Mamonas Assassinas”.

Na produção do “Domingo Legal” o clima é de perplexidade. Profissionais não assimilaram bem o fim do programa, que passa por um momento difícil de audiência, mas esperava-se uma mudança radical e não o seu término.

De fato desde a saída de Gugu Liberato, o “DL” perdeu a grife. Celso Portiolli, profissional dedicado e competente, não conseguiu marcar sua imagem na atração, talvez por ser mais ligado a game-shows e não ter um perfil mais multi-facetário como Gugu, que consegue transitar pelo entretenimento e jornalismo na mesma facilidade. Mas setores da diretoria do SBT acreditam que o programa mereceria uma revitalização, defendem até que Patrícia Abravanel (herdeira de Silvio) assuma o programa, mas que seu fim é desnecessário.

 

  • 09/12/2016
  • Léo Rocha

Veja mais

Deixe seu comentário