Há 14 anos Hebe aconselhava Gugu: “eu se fosse sofrer por audiência não tava mais aqui”

A coluna Central de Histórias relembra um momento difícil da televisão brasileira, há 14 anos. O “Domingo Legal”, então apresentado por Gugu Liberato, entraria em uma grande polêmica ao exibir uma matéria falsa em que integrantes de uma facção criminosa ameaçavam artistas de outras emissoras e figuras políticas e religiosas.

Devido a grande repercussão, com matérias inclusive nos telejornais da TV Globo, Gugu Liberato se viu obrigado a ir no programa de Hebe Camargo duas semanas depois do ocorrido. O loiro foi criticado por ter demorado a dar satisfação ao público.

Na entrevista Gugu negou que sabia da farsa. Hebe foi dura com o apresentador e em diversos momentos o interrogou sem privilégios por fazerem parte do mesmo canal.

Em uma das partes mais lembradas da entrevista, Hebe aconselharia Gugu: “posso te dar um conselho como mãe? Não sofra tanto por audiência meu amor. Você tem o seu programa há tantos anos e é tão querido. Você tem uma audiência magnifica, não tem que sofrer por audiência, por causa de dois ou três pontos que o Faustão ganha ou você deixa de ganhar. No outro domingo, de repente o público acha que seu programa tá melhor e você ganha. Estamos aí, cada um com seu canal, levando alegria, levando atrações, não sofra por causa de audiência… eu se fosse sofrer não tava mais aqui, não é? Porque a gente tá levando bombada toda hora, mas eu tô aqui e quero levar minha alegria, meus convidados e minha gente bonita que sempre tem um recado a dar!”.

No fim da entrevista Hebe se emocionou: “tô nervosa, não tenho procuração do Silvio Santos para falar em nome do SBT, mas fico preocupada com essas notícias de que vão no Ministério para tirar a emissora do ar, tirar a concessão do Silvio, isso é uma coisa grave, mas eu peço desculpas a vocês meus queridos e eu acho que o pedido de desculpas do Gugu no meu programa foi oportuno”.

Vale lembrar que o caso PCC foi danoso para o SBT em geral. Naquele ano a emissora já estava passando por uma crise de audiência e todos os programas estavam em queda livre no Ibope. Até por isso a produção do “Domingo Legal” teria feito a farsa: para chamar novamente a atenção do telespectador. Depois do escândalo a emissora perdeu anunciantes e os programas perderam ainda mais público e credibilidade. Um ano depois o “Programa do Ratinho” foi retirado das noites pela baixa audiência.

Veja a íntegra da entrevista:

  • 17/01/2017
  • Léo Rocha

Veja mais

Deixe seu comentário