Excesso de reprises na programação das emissoras

A Record TV está atualmente com três reprises de novelas na sua grade, “Amor e Intrigas” (virá “Ribeirão do Tempo”), “Vidas em Jogo” e “A Escrava Isaura”, sendo duas a tarde e uma a noite.

O SBT que era criticado por ser o “Viva” da TV aberta, tem duas reprises, uma a tarde, “Rubi” e uma a noite, “Chiquititas”, as outras três tramas, sendo uma própria e duas mexicanas são inéditas, além do seriado “Chaves”, desenhos e filmes.

Recentemente foi divulgado pelo Notícias da TV que a Record TV irá reexibir a trama “Os Dez Mandamentos” na faixa das 18h15, configurando quatro reprises. Mesmo “Belaventura”, trama inédita de Gustavo Reiz substituir “A Escrava Isaura” em maio ou junho, ainda sim teríamos três reprises. Algo que nem a Globo que tem muito mais novelas produzidas que a Record faz, só no Canal Viva, criado para esse propósito.

A Globo irá reprisar novamente a novela de grande sucesso “Senhora do Destino” nas tardes, a partir do dia 13 de março e o seriado “A Grande Família, após o “Jornal da Globo” entre os dias 20 de março e 28 de abril, sem falar recentemente em “Gonzaga: De Pai para Filho” e a série americana “Houdini”, ambos para tapar buracos em horários da programação. Os demais canais de TV abusam e lotam a grade com reprises várias vezes ao longo do ano, como Band com o desenho Simpsons e a RedeTV! com programas de igrejas.

As três principais emissoras estão apostando na reexibição de produtos para suprir falta de produtos inéditos, ter economia de gastos e garantir a audiência no horário, algo que não é bem aceito pelo telespectador mais atento e crítico, e aquele que tem acesso a n formas de entretenimento como: Netflix, DVD, canais pagos e afins. Pontos a serem observados, para as reprises não se tornarem “moda” e acomodarem os diretores a não inovarem e buscarem formatos inéditos e interessantes para a televisão aberta.

  • 02/03/2017
  • Elthon Ribeiro

Veja mais

Deixe seu comentário