Telespectadores enviam mensagens reclamando de pautas do “jornal do sono” da Globo em Minas

A Globo tem incentivado telespectadores de diversas localidades a enviarem mensagens pelo Whatsapp de suas afiliadas com sugestões de pauta.

Em Minas, os mais bem-humorados tem usado o aplicativo para reclamar das pautas do “MGTV 1 ª edição”. Os telespectadores tem postado as mensagens no Twitter.

Apesar de abordar os temas da terceira maior região metropolitana do país e ser exibido no horário do almoço, hora em que os acontecimentos começam a pipocar, o “jornal do sono” ocupa grande parte de seu tempo com dicas sobre maquiagem, tosa para cães, discussões existenciais e receitas culinárias.

Nas últimas semanas, porém, o telejornal está mais interativo… os telespectadores podem escolher o tema do papo existencial. Nesta semana, por exemplo, as opções são:

  1. Como melhorar a inteligência
  2. Sinais usados por homens e mulheres na arte da conquista
  3. Perder o medo de falar em público

No Rio, São Paulo, Brasília e Recife – outras cidades em que a Globo produz seus próprios telejornais locais – houve reformulação há mais de quatro anos. Apresentadores mais jovens impuseram mais ritmo à notícia, saíram do mecanismo e interagem mais com o público. Modernidade que não chegou ainda em Minas.

  • 18/04/2017
  • Léo Rocha

Veja mais

Deixe seu comentário